Buscar
  • Licínio Neto

5 anos



22 de Março de 2017

22 de Março de 2022

Oficialmente 5 anos de Recadex, muito poderia falar do que esperava ter obtido neste percurso, nos obstáculos que me surgiram, nos motivos que não me levam a ser o mesmo empreendedor que fui e que neste caso Torres Novas merecia ter, sim poderia ter feito mais, a Pandemia surgiu há 2 anos e talvez poderia ter feito mais para chegar a mais pessoas.

Foram muitos anos com horário alargado até às 22h com descanso apenas aos domingos, atualmente o horário semanal está reduzido até às 19h, ficando o serviço de entrega de take-aways de jantares adiado até data incerta.

Essa disponibilidade para esse serviço tem custos, que recentemente após durante meses de análise de prós e contras, remeteu para essa decisão.

Na génese da Recadex esse serviço era só um dos muitos dos que se apostavam na fase de lançamento, apesar do nome remeter para o moço que faz recados, a Recadex pretendeu e pretende ser sempre muito mais que isso, a micrologística verde ainda pode estar "verde" em Portugal, sobretudo fora da capital, mas esse será sempre um dos nossos focos, aliado aquele serviço que nos é mais querido, e fundamental para os nossos clientes, prestar serviços de entrega de compras e refeições regularmente a idosos, ou outras pessoas com dificuldades de mobilidade.

Atualmente preparo uma surpresa que poderá dar me condições de lançar algo que já investi muito do meu tempo e dinheiro, e também me candidato a mais um Prémio de "Inovação Sustentável"

Ficou criada em 2020 a Recadex - Cooperativa de Serviços Eco-lógicos, CRL, registada como a primeira cooperativa de cicloestafetas em Portugal, é algo comum pela Europa, todas temos os mesmos objetivos, não lucrativa, não multinacional, não exploradora de recursos humanos, e exemplificamos com o nosso trabalho que a bicicleta é um dos meios de transporte ideais nas cidades.

A Recadex ainda só têm presença em Abrantes e Torres Novas, mas dado o desenvolvimento internacional nefasto de uma guerra na Europa, a necessidade de sermos mais dependentes energeticamente e de produtos alimentares, em conjunto com uma uma pandemia que virá a ser uma doença presente no futuro, e inegáveis alterações climáticas a Recadex têm com certeza mais justificação para existir em muito mais cidades.

Agradeço a todos que me ajudaram nesta aventura, um abraço especial ao Davide que me acompanha pedalando em Abrantes.

145 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo